quinta-feira, novembro 19, 2009

EMILLY


De ver-te andar pela casa
Pequena, linda e charmosa
Senti que a vida tem graça
E não está só na praça,
No perfume de cada rosa,
Pelas frutas do pomar,
Ou nas árvores do jardim...
Está no sorriso de criança,
Em seu andar algo tímido,
Em seus olhos cor de mar.

Tu és presente de Deus,
A vida em renovação.
Semente lançada na terra,
Novo ser em floração.
Universo abrindo-se alegre,
Estrela de constelação,
Esmeralda cintilante.
Ligeirinha como a lebre,
A vida que segue adiante.

Emilly, tu és preciosa
Jóia rara, um bibelô.
Graciosa como a manhã
A esperança e o amor.
Seu jeitinho é benfazejo,
Sua graça, dom de Deus.
Que cada semente plantada
Pela família que te acolheu
Faça-te serva aprovada.

Portela, 15 de Novembro de 2009. (19h15min).

2 comentários:

Silas Rangel de Moraes disse...

A percepção da forma de ser de Emilly, é perfeitamente traduzida neste poema escrito pelo Pr Josué. Que Deus sempre o abençoe em seu maravilhoso dom da poesia.

Robson & Thádala disse...

O pr. Josué sempre encontra a forma de expressar seu sentimentos atravez de seus poemas.. Deus te deu um Valioso dom.. estou feliz por ver esta linda Emilly.. Com rostinho tão doce! Deus abençoe